Notícias

Inclusão social e a universalização do acesso à cultura

Recentemente, com a substituição da Ministra da Cultura, voltam a ocupar lugar de destaque as preocupações sobre políticas culturais capazes de promover a efetiva universalização da criação e do acesso à cultura, principalmente pela forte expectativa de abertura dos canais de comunicação institucional que haviam sido, de certa forma, interrompidos nos últimos 18 meses.

O Brasil é um país com gargalos importantes no acesso à cultura, e, dadas as condições políticas e institucionais que prevalecem hoje, tem a oportunidade de conciliar projetos de inclusão social e econômica com propostas de universalização cultural e de conhecimento. Os números indicam que 44,7% da população brasileira, praticamente a metade, não tem nenhum acesso a equipamentos de cultura (Dados IPEA-2010).

O total de 2.953 municípios brasileiros não possui qualquer estabelecimento público com investimento cultural, quer seja museus, casas de cultura ou de espetáculos. Em somente 905 cidades existem museus e/ou salas de espetáculo, representando o total de 16,3% dos municípios do país. A carência de bibliotecas é dramática, existindo 01 biblioteca para cada 26,7 mil brasileiros.

Feliz Aniversário Occupy!!!

Happy Birthday Occupy

Stephen Fry: "Eu uso Ubuntu"

Stephen Fry é muito mais do que um reverenciado ator, roteirista e comediante: ele é também um usuário do Ubuntu. O ator revelou sua escolha de distribuição Linux em uma entrevista pré-gravada para o evento OggCamp 12, que ocorreu na semana passada em Liverpool, UK.

A conferência anual que ocorre durante dois dias celebra o Software Livre e a Cultura Livre.

"Ubuntu é o mais amigável"

Questionado se ele utiliza o Linux em algum de seus dispositivos, Fry respondeu:

"Se eu utilizo Linux em algum dos meus dispositivos? Sim - Eu uso Ubuntu; parece-me o mais amigável"

A escolha de Fry por uma distribuição Linux não é uma surpresa para quem é familiar com o ponto de vista do ator sobre o copyright e a cultura digital. Ele tem sido um defensor da filosofia open-source, inclusive atuando em um famoso vídeo online que celebra o décimo aniversário do GNU/Linux.

Mas o Linux não é o seu único amor quando  se trata de tecnologia.  O ator do filme 'Hobbit' é também um conhecido fan da Apple. Na entrevista ao OggCamp ele fala sobre a 'preocupação' que tem sobre a abordagem de "jardim murado" que a companhia esta tomando:

"Ás vezes eu me preocupo que ela [a Apple] seja um pouco tirânica e um pouco boba"

Nova versão do Editor de Vídeo Cinelerra 4.4

Enquanto muitos estão aguardando o lançamento do Lightworks para o Linux no próximo mês, a equipe de desenvolvimento do Cinelerra disponibilizou uma nova versão do seu editor de vídeo não linear.

O Cinelerra foi atualizado na semana passada para a versão 4.4. Funcionalidades desta primeira atualização do Cinelerra em mais de um ano incluem uma inicialização mais rápida, melhorias gerais de performance, um osciloscópio de áudio, atualizações no histograma, suporte a remoção de "gap" (lacunas) em trilhas de áudio, melhorias na gravação usando webcam, melhorias no processamento de áudio e um novo tema.

O Cinelerra continua sendo disponibilizado sobre a licença GPL e  é desenvolvido a mais de dez anos.

Notas de lançamentos
http://heroinewarrior.com/cinelerra.php#news

Fonte: http://marcelo.juntadados.org/texts/cinelerra-4-4

Liberdade do Software - Software Freedom Day

Traduzido (Livremente) de: http://www.softwarefreedomday.org/en/sfd/software-freedom

Em um momento em que nossas vidas estão cada vez mais dependentes das tecnologias é importante que tomemos algum tempo para refletimos sobre o impacto da tecnologia em nossas vidas, e na importância de garantimos que estas não sejam utilizadas para nos impor limites, mas sim para nos levar por caminhos de oportunidades, inovação e liberdade para todas as pessoas.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos [1] é um conjunto básico de direitos humanos, os quais a maioria das pessoas devem concordar que são apenas o minimo. Muitas vezes nossos direitos básicos não são pensados no contexto da tecnologia, porém mais e mais nossas vidas dependem das tecnologias, tornando-se uma preocupação crescente.

Tecnologias que são importantes para garantir a nossa liberdade, são utilizada em nossos sistemas de votação, nosso lazer, nosso trabalho, educação, arte e comunicação. O que isto significa para você? Isso significa que as liberdades básicas, que todos nós possuimos são tão livres quanto as tecnologias utilizadas por nós.

Tecnologias transparentes e sustentáveis são vitais para garantirmos nossa liberdade. Pense sobre os sistemas de Governo Eletrônico tal como o voto eletrônico. Quando estes sistemas, registram nossos votos, em plataformas proprietárias ou fechadas nós não podemos ter certeza de como o software utilizado funciona, então como podemos confiar nos resultados?

Rede Social Diaspora se tornara um projeto voltado a comunidade

A rede social Diaspora, concebida como uma alternativa aberta e livre ao "consumidor" de dados pessoais e privados Facebook, se tornara um projeto orientado a comunidade. O Diaspora foi lançado a dois anos atrás por quatro estudantes da Universidade de Nova Iorque, Ilya Zhitomirskiy, Daniel Grippi, Maxwell Salzberg e Raphael Sofaer, através de uma campanha de crowdfunding do KickStarter. Após o amadurecimento do desenvolvimento da ferramenta e da criação de uma rede, os fundadores remanescentes anunciaram que irão entregar o controle do projeto a comunidade numa transição realizada em estágios.
 
O plano para entregar o projeto para a comunidade parece ter sido desenvolvido antes dos fundadores terem participado, no verão, de uma startup. Em uma entrevista para a Bloomberg, antes de irem para a Y-Combinator, eles falaram sobre os planos para tornar a condução do projeto do Diaspora aberto ao público.
 

Noosfero Lança nova versão 0.38.0 "Enáuenês-nauês"

Originalmente: http://softwarelivre.org/colivre/blog/projeto-noosfero-lanca-nova-versao-0.38.0-enauenes-naues

Sobre
O Noosfero é uma plataforma web para redes sociais e redes de  economia solidária na internet que integram ferramentas como blog, portfólio online, CMS para sites, RSS, fóruns, Chats, eventos e compartilhamento de ideias no mesmo sistema!

Além disso, o Noosfero é um projeto de software livre, desenvolvido pela Colivre junto com a contribuição de uma comunidade  de  desenvolvedores que garantem o lançamento de novas versões todos os  meses. Abaixo seguem as novidades da versão 0.38.0 - denominada de  "Enáuenês-nauês"  em homenagem a uma grande comunidade indígena brasileira.

Se você quer saber mais sobre nós, acesse o site www.noosfero.org ou participe do grupo !noosfero no Identi.ca

Novidades para usuários
 
Novo mural

O Mural do Noosfero foi remodelado para ficar mais dinâmico e interativo!
 

Introdução do livro Livre e Coletivo Peixe Morto

Autores: Coletivo Submidialogia
Originalmente: http://submidialogias.descentro.org/

Este livro foi produzido com a colaboração dos autores participantes da lista de discussão Submidialogias e alguns parceiros de redes convergentes. Foi diagramado inteiramente com softwares e fontes livres.

Introdução

Esse livro “Peixe Morto” surge a partir da lista de emails “Submidialogia”. Tem por finalidade servir como um espaço de aprofundamento das discussões da rede. Se nos emails os debates são velozes, aguerridos, ativistas e contam com uma profusão de referências e linkanias, no livro os parceiros tem espaço para se deter mais nos detalhes, para contar uma história de forma mais reflexiva e desenvolver o raciocínio com mais tranquilidade.

O nome do livro foi inspirado no evento Submidialogias/201 0, que aconteceu em três cidades do Brasil: Arraial d'Ajuda - Bahia, Baía de Paranaguá - Paraná e Mirinzal - Maranhão. As imagens de Peixe Morto da capa desse livro foi uma convergência performática, onde vários dos participantes do festival se deitaram no chão do mar de Arraial D'ajuda, escrevendo com seus corpos a frase "Peixe Morto".

Novo nó da rede social Friendica

Logo DadosO Pontão de Cultura Digital juntaDados disponibilizou um novo nó da rede social Friendica. O Friendica é uma alternativa as redes sociais tradicionais e possui uma arquitetura distribuída e aberta apresentando diversas melhorias, principalmente na integração com outras redes sociais tais como a micro-blogging Status.Net (identi.ca), Diaspora, Twitter e outros.
 
Conheço o Friendica Ambiente Digital mantido pelo juntaDados
http://friendica.ambientedigital.org

 
Logo FriendicaAssim como o Diaspora, o Friendica respeita a sua privacidade, não utiliza seus dados (para quaisquer fins) e permite que você exporte-os em um formato aberto. Como o Diaspora, o Friendica quer "construir uma nova e melhor web social, uma que seja 100% pertencente e controlada por você".

Quem somos

O Projeto de Cultura Digital juntaDados tem como objetivo geral fomentar a apropriação de tecnologias livres para documentação e produção audiovisual, assim como a sua distribuição pela internet e a comunicação em rede, aplicando o conceito de Xemelê.
 
Fomos Pontão de Cultura Digital, entre 2008 e 2009, conveniados pelo Programa Cultura Viva do Minisério da Cultura em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB).
 
Consideramos a convergência de ações em arte mídia e tecnologia para integração de propostas de formação e de aplicação de diversos conhecimentos situados em diversas áreas (música, programação, cosntrução de instrumentos musicais, robótica, educação, etc). São temas específicos
 
Distribuição GNU/Linux juntaDados - Um Sistema Operacional que contém ferramentas para escritório, áudio, vídeo, imagem e texto além de um ambiente completo de desenvolvimento de Software em Python, Ruby, C/C++, Java e PHP. Está disponível na internet através do site ou, quando solicitado, enviamos pelo correio.
 
Redes Sociais Livres - o juntaDados mantém duas redes sociais livres baseadas nas ferramentas Diaspora* e Friendica.
 
A Plataforma Web juntaDados -  Tem como objetivo ser um espaço para o armazenamento e difusão de conteúdo. Qualquer pessoa pode utilizar o espaço desde que concorde com o conteúdo proposto pela licença Creative Comons versão 2.5.
 
Consultorias juntaDados - O objetivo das consultorias é dar suporte ao uso de tecnologias livres para produção audiovisual, suporte na montagem de estúdios multimídia e de esporos de metareciclagem. Prestação de contas, banco de editais e elaboração de projetos também são temas tratados pela equipe de consultorxs do Pontão. Podem solicitar as consultorias através do portal juntadados, pelo telefone ou visitando nosso espaço na UNEB.
 
Tutoriais, Manuais e Vídeo-aulas - A equipe produz materiais de apoio para oficinas de produção gráfica, vídeo, áudio. Para utilizar os materiais basta baixar do site a versão impressa ou a versão web. Também disponibilizamos os tutoriais junto com a Distro JundaDados.
 
Oficinas, cursos e capacitações - Cursos, capacitações e formações em software livre de tecnologias aplicadas para arte, mídia e produção audiovisual.  Todo material produzido através de oficinas pode também ser encontrado no portal juntadados.
 
Desenvolvimento de Software Multimídias - Trabalhamos no desenvolvimento de softwares com o objetivo de integrar a produção de códigos e o trabalho artístico. Softwares para produção de áudio e vídeo e o puredata por exemplo são projetos bem documentados que podem ser encontrados no site. Compartilhamos a idéia de que "tecnologia é mato, o importante são as pessoas".